Notícias

SBCP em prol da capacitação de estagiários, residentes e especialistas11/05/2017

Programa de educação continuada promove interação entre diferentes Serviços credenciados

A fim de melhor capacitar estagiários, residentes e especialistas, a Sociedade Brasileira de Coloproctologia tem investido na realização de treinamentos em áreas como a videolaparoscopia colorretal. Em 2017, três formações estão programadas: 11 a 13 de maio (turma A), 6 a 8 de julho (turma B) e 27 a 29 de julho (turma C), sobre videolaparoscopia colorretal e anopexia mecânica.

"A SBCP atua como provedora de ensino e treinamento para toda a comunidade de sócios, tanto de médicos quanto de residentes e estagiários, apoiando os programas de ensino existentes, não só de forma intelectual, mas também financeira e promovendo cursos. Nesta última modalidade está o treinamento em videolaparoscopia colorretal voltado para os residentes dos Serviços credenciados pela SBCP, neste ano em três módulos em diferentes datas, para atender todos os residentes do último ano de forma adequada", explica a presidente da SBCP, Dra. Maria Cristina Sartor.

Entre os temas que mais despertam interesse dos residentes estão doenças orificiais, videolaparoscopia, abordagem e terapêutica funcional e colonoscopia. A especialista destaca os benefícios da capacitação em videolaparoscopia: "muitos serviços, especialmente os públicos, têm dificuldade de acesso a equipamentos e treinamento. A Sociedade, dentro das atividades da sua Diretoria Geral e da Comissão de Ensino e Residência Médica e com a colaboração importante da Johnson & Johnson, provê treinamento teórico e com prática em animais, obedecendo toda a normatização ética vigente no país, visando ao estímulo para empreender e dar continuidade ao treinamento nos Serviços de origem dos alunos".

O programa de educação continuada presencial da SBCP voltado para residentes foi implantado na gestão do Dr. Ronaldo Salles (2014/2015). “Além de implementar programas de ensino, provê a interação entre os diferentes Serviços credenciados, o conhecimento das dificuldades individuais e traz os novos coloproctologistas para dentro de sua Sociedade. A SBCP está trabalhando para a criação de programas semelhantes para o residente do primeiro ano, com treinamento especializado envolvendo cirurgia, colonoscopia e avaliação funcional”, afirma Dra. Maria Cristina Sartor.















Mais notícias

Voltar
Scroll to top